Pesquisar no site

Cigarro: por que é importante deixar o vício de lado?

agosto de 2016

CigarroPopular entre jovens, adultos e idosos, o tabagismo é definido como uma doença crônica, caracterizada pela dependência da nicotina, podendo causar diversos danos ao organismo. No Brasil são registradas 200 mil mortes por ano, decorrentes do vício, e estima-se que em 2020 morrerão, no mundo, cerca de 10 milhões de pessoas.

No próximo dia 29 de agosto, é comemorado o Dia Nacional de Combate ao Fumo. A data foi criada para conscientizar e mobilizar a população sobre o uso do cigarro. O tabagismo está ligado a mais de 50 doenças, sendo responsável por 30% das mortes por câncer de boca e 90% por câncer de pulmão. O Dr. Roberto Carlos Angelim, pneumologista do Hospital Sepaco, alerta que o mal não é só para quem fuma. Existem também os chamados “fumantes passivos” que, simplesmente, inalam toda fumaça.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o tabagismo a principal causa de morte evitável em todo o mundo e vem, ao longo de mais de 20 anos, empregando inúmeras medidas para serem adotadas no sentido de conscientizar a população global dos malefícios do cigarro e incentivar os fumantes a abandonarem o vício. “Quando se inicia o processo de cessação do tabaco, a pessoa pode sofrer com ansiedade, dificuldade de concentração e irritação. Por isso, muitos acabam desistindo, mas, o que nem todos sabem, é que estes sintomas costumam passar depois de algumas semanas”.

É preciso prestar atenção aos sinais que o corpo apresenta tais como sensação de fadiga respiratória, tosse, secreção e desconforto de outros sistemas como o gastroenterológico e cardiovascular, podendo contribuir para a hipertensão arterial e outras situações graves como infarto, acidente vascular cerebral e doenças pulmonares crônicas como o enfisema pulmonar, bronquite crônica e o desenvolvimento de câncer no pulmão.

Para finalizar, dr. Angelim comenta que o primeiro passo é o fumante querer mesmo parar de fumar e, em seguida, pedir apoio para familiares e amigos para alcançar este propósito. “Após o ponta pé inicial, comece eliminando os cinzeiros, pratique exercícios físicos, mantenha uma alimentação saudável e, quando sentir necessidade de fumar, reflita sobre as razões que você elegeu para parar. Faça isto pela sua saúde, encontre as suas razões e fique livre dos malefícios do tabaco”, afirma.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,