Faça sua busca
Pesquisar no site

O que você precisa saber sobre o Sarampo?

3 de agosto de 2019

O que é o sarampo?
O Sarampo é uma doença viral aguda, altamente contagiosa, que se manifesta com febre, tosse, coriza, conjuntivite e manchas avermelhadas na pele (exantema maculopapular). A doença pode ser acompanhada de complicações sérias, principalmente em crianças menores de 05 anos, adultos maiores de 20 anos ou pessoas com algum grau de imunodepressão.

Como eu posso contrair o sarampo?
A transmissão é direta de pessoa a pessoa, por meio das secreções expelidas pela tosse, respiração ou fala e que permanecem dispersas no ar, principalmente em ambientes fechados como escolas, creches, clínicas e meios de transporte. Após a contaminação, as pessoas infectadas podem transmitir a doença cerca de 4 a 6 dias antes do aparecimento da erupção cutânea até 4 dias após a reação.

Quanto tempo após a exposição ao doente aparecem os sintomas do sarampo?
Os sintomas aparecem, em média, de 10 a 12 dias após a exposição ao vírus.

Quais são os sinais e sintomas?
O primeiro sinal do Sarampo é a febre alta, que dura de 04 a 07 dias, acompanhada de coriza, tosse e vermelhidão nos olhos. Em seguida, surgem manchas avermelhadas na pele, que podem durar até 03 dias. Essas manchas começam pelo rosto e parte de trás do pescoço, e aos poucos progridem em direção aos membros inferiores. Após este período, elas desaparecem na mesma ordem de seu surgimento.

Existe tratamento para o sarampo?

Não há tratamento específico para o sarampo, apenas sintomáticos.

Como prevenir o sarampo?

A vacina contra sarampo é a única forma de prevenir a ocorrência da doença na população.

Esquema Vacinal:
1ª dose: Vacina tríplice viral sarampo-caxumba-rubéola (SCR), aos 12 meses de idade;
2ª dose: Vacina tetraviral (SCR e varicela) com 15 meses até 6 anos, 11 meses e 29 dias;
Pessoas dos 07 aos 29 anos devem ter 02 doses de vacina SCR, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas;
Adultos com idade superior a 30 anos até os nascidos a partir de 1960, não vacinados ou sem comprovação de dose, devem tomar 1 dose da vacina SCR
Profissionais da saúde devem ter 2 doses de vacina SCR, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.