Pesquisar no site

Tag: Alerta

junho de 2016

A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera o tabagismo a principal causa de morte evitável em todo o mundo e vem ao longo de mais de 20 anos empregando inúmeras medidas para serem adotadas no sentido de conscientizar a população global dos malefícios do cigarro e incentivar os fumantes a abandonarem o vício. Esta notícia foi destaque nos seguintes sites:

Difundir (Data: 31/05/2016)
http://www.difundir.com.br/site/c_mostra_release.php?emp=1737&num_release=175923&ori=P

Twitter Difundir (Data: 31/05/2016)
https://twitter.com/DifundirSaude/status/737704884380827648

Segs (Data: 31/05/2016)
http://www.segs.com.br/saude/18669-tabagismo-alcanca-a-marca-de-4-9-milhoes-de-mortes-anuais.html

News JS (Data: 31/05/2016)
http://www.newsjs.com/url.php?p=http://www.segs.com.br/saude/18669-tabagismo-alcanca-a-marca-de-4-9-milhoes-de-mortes-anuais.html

Revista Cobertura (Data: 01/06/2016)
http://www.revistacobertura.com.br/lermais_materias.php?cd_materias=111325&friurl=:-Tabagismo-alcanca-a-marca-de-49-milhoes-de-mortes-anuais-:

Meditem (Data: 01/06/2016)
http://www.meditem.com.br/index.php?m=noticiaFE&&id_noticia=10

Rede Press (Data: 01/06/2016)
http://www.redepress.com.br/noticias/2016/05/31/tabagismo-alcanca-a-marca-de-49-milhoes-de-mortes-anuais/

Facebook Rede Press(Data: 01/06/2016)
https://www.facebook.com/redepress/posts/1024492700972048

Twitter Rede Press (Data: 01/06/2016)
https://twitter.com/redepress/status/737729964796194816

Rede Clipex (Data: 01/06/2016)
http://www.redeclipex.com.br/painel/p_exibenoticia.php?idpainel=7858&idnoticia=000000030648

BrandPress (Data: 01/06/2016)
http://www.brandpress.com.br/63486-tabagismo-alcan%C3%A7a-a-marca-de-4,9-milh%C3%B5es-de-mortes-anuais

Incorporativa (Data: 01/06/2016)
http://www.pautas.incorporativa.com.br/a-mostra-release.php?id=30234

JorNow (Data: 01/06/2016)
http://www.jornow.com.br/jornow/noticia.php?idempresa=1737&num_release=175923&ori=C

Saúde Business (Data: 01/06/2016)
http://saudebusiness.com/noticias/tabagismo-alcanca-a-marca-de-49-milhoes-de-mortes-anuais/

Maxipas (Data: 02/06/2016)
http://www.maxipas.com.br/principal/home/?sistema=conteudos%7Cconteudo&id_conteudo=25384&restrito=1

Maxipas (Data: 02/06/16)
http://www.maxipas.com.br/principal/home/?sistema=conteudos%7Cconteudo&id_conteudo=25384&restrito=1

Postado em Sem categoria, Sepaco na Imprensa por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
Abril de 2016

Segundo dados do Ministério da Saúde, os casos de meningite diminuíram 40% nos últimos anos e sua mortalidade caiu em 33%, mas ainda é preciso ficar alerta. No Dia Mundial da Meningite, 24 de abril, a  dra. Fátima Maria V. Porfírio, infectologista do Hospital Sepaco, explica o que é a doença e chama a atenção da população para se manter protegida. Esta notícia foi destaque nos seguintes sites:

Difundir (Data: 19/04/16)
http://www.difundir.com.br/site/c_mostra_release.php?emp=1737&num_release=173682&ori=E

Twitter Difundir (Data: 20/04/16)
https://twitter.com/DifundirSaude/status/722728913420443648

BrandPress  (Data: 19/04/16)
http://www.brandpress.com.br/61729-infectologista-do-hospital-sepaco-alerta-sobre-perigos-da-meningite

JorNow (Data: 20/04/16)
http://www.jornow.com.br/jornow/noticia.php?idempresa=1737&num_release=173682&ori=C

Rede Press (Data: 20/04/16)
http://www.redepress.com.br/noticias/2016/04/20/infectologista-do-hospital-sepaco-alerta-sobre-perigos-da-meningite/

Twitter Rede Press (Data: 20/04/16)
https://twitter.com/redepress/status/722784989516034048

Facebook Rede Press (Data: 20/04/16)
https://www.facebook.com/redepress/posts/999009963520322

Segs (Data: 20/04/16)
http://www.segs.com.br/saude/13070-infectologista-do-hospital-sepaco-alerta-sobre-perigos-da-meningite.html

Cidades do Meu Brasil (Data: 20/04/16)
http://www.cidadesdomeubrasil.com.br/busca/Infectologista_do_Hospital_Sepaco_alerta_sobre_perigos_da_Meningite

Rede Clipex (Data:22/04/16)
http://www.redeclipex.com.br/painel/p_exibenoticia.php?idpainel=7858&idnoticia=000000030405

Pautas Incorporativas (Data: 25/04/16)
http://www.pautas.incorporativa.com.br/a-mostra-release.php?id=30009

Postado em Sem categoria, Sepaco na Imprensa por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
Janeiro de 2016

O Hospital Sepaco não passa informações sobre o estado de saúde ou sobre o tratamento dos pacientes por telefone, e nem realiza negociações financeiras por telefone durante o processo de internação. Qualquer pagamento é realizado e negociado pessoalmente no setor de caixa.

Em caso de dúvidas ou se você receber alguma ligação solicitando dinheiro, entre em contato imediatamente com o nosso Serviço de Atendimento ao Cliente:

Telefone: (11) 2182-4757
E-mail: faleconosco@sepaco.org.br
Site: www.sepaco.org.br/sac

 

 

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , , ,
Março de 2014

No Dia Mundial de Incontinência Urinária, 14 de março, o Hospital Sepaco faz um alerta sobre a importância de procurar ajuda médica aos primeiros sintomas da perda do controle da bexiga, pois é um problema que atinge aproximadamente 50 milhões de pessoas no mundo, causando incômodo, contrangimento e até afastamento do convívio social.

Segundo o dr. Carlos Del Roy, coordenador da área de ginecologia do Hospital Sepaco, no Brasil, cerca de 10 milhões sofrem com o problema. Ele explica que todas as pessoas, desde bebê, aprendem a segurar a micção, tornando o processo automático, mas a perda desse controle pode acarretar no problema de incontinência urinária.

A disfunção é caracterizada pela perda involuntária de urina, aliada a incapacidade de controlar o momento e o local de esvaziar a bexiga. Normalmente, há uma maior incidência em mulheres na faixa dos 50 anos (12%) e na faixa dos 80 anos (25%), porém, o público masculino também sofre com o problema, que pode ter uma relação mais direta à idade ou cirurgias da próstata.

O médico ressalta que, em bebês e crianças até os 6 anos, essa incontinência é comum, pois como ainda não aprenderam a controlar a necessidade de ir ao banheiro, acidentes ocasionais podem ocorrer com certa frequência. “Os pais precisam estar alerta e acompanhar seus filhos para que não se torne um problema crônico ou algo mais sério”, comenta o dr. Del Roy.

As causas são diversas. Podem estar relacionadas à gravidez, parto, tumores, doenças que comprimem a bexiga ou pulmonares que geram pressão abdominal, obesidade, tosse crônica no caso de fumantes, obstrução do canal da uretra, genética, entre outras.

O importante é estar sempre alerta e procurar auxílio médico quando algum sintoma surgir, pois apenas o profissional qualificado poderá identificar a causa e o tipo de perda urinária para tratála com eficácia. “A boa notícia é que na maioria das vezes, o problema pode ser solucionado por meio de diferentes tratamentos que vão desde exercícios para fortalecer a musculatura do assoalho pélvico, medicamentos até cirurgia”, reforça o dr. Del Roy.

Saiba mais sobre os três tipos distintos de incontinência urinária:

Incontinência de urgência

É caracterizada por um desejo incontrolável de urinar, acarretando a perda da urina antes da chegada ao banheiro. “Embora, em algumas mulheres, esteja relacionada a uma infecção urinária, na maioria dos casos, não é possível definir uma causa específica”, explica o doutor.

Fístulas

A perda de pequena quantidade de urina quando a bexiga está cheia representa as fístulas e, normalmente, é resultado da incapacidade de esvaziar completamente a bexiga. Desta maneira, a urina continua acumulando até que ocorre um transbordamento.

Incontinência de esforço

Ocorre quando um esforço – tosse, espirro, segurar muito peso, dar risada – provoca o aumento da pressão no interior do abdômen sobre a bexiga. “Se os músculos e ligamentos que dão suporte para a uretra estiverem enfraquecidos, ela se abrirá e haverá perda de urina”, destaca o doutor.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,