Pesquisar no site

Notícias

dezembro de 2017

Sempre em busca da melhoria na qualidade e no acolhimento dos pacientes, o Hospital Sepaco inaugura nesta semana a Brinquedoteca Hospitalar. O espaço foi desenvolvido com o objetivo de promover a humanização e para que a criança se sinta mais à vontade no ambiente hospitalar.

A Brinquedoteca possui diversos jogos, livros e espaços para atividades, estimulando a brincadeira e a imaginação e deixando o ambiente acolhedor, seguro e tranquilo. Este cenário ajuda também na criação de vínculos afetivos entre os pacientes pediátricos, seus acompanhantes e colaboradores da Instituição.

A Brinquedoteca possui 28m² e está localizada dentro da unidade de internação pediátrica. Ela foi cuidadosamente planejada para atender as diferentes etapas do desenvolvimento infantil e está dividida em 4 “cantinhos” com brinquedos, jogos, livros e materiais para crianças de 0 a 13 anos:

  • Cantinho do Aconchego: destinado à leitura, vídeos e contação de histórias;
  • Cantinho dos Bebês: brinquedos destinados, prioritariamente, para crianças até 2 anos de idade;
  • Cantinho do Faz de Conta: espaço criado para o estímulo à fantasia;
  • Cantinho das Atividades: jogos infantis, material para pinturas, desenhos e realização de oficinas.

Segundo Rafael Parri, CEO do Sepaco, além de atender à Legislação, a Brinquedoteca do Sepaco busca contribuir para que a criança se sinta acolhida, minimizando os efeitos da hospitalização e facilitando a tarefa dos seus acompanhantes, durante o período de internação.

“A proposta é criar um espaço aconchegante e de estímulo ao desenvolvimento da criança, amenizando o estresse e o sofrimento causados pela hospitalização e favorecendo a qualidade de vida e bem-estar tanto do paciente quanto do acompanhante. Desta forma, visamos contribuir ainda mais com o processo de humanização do nosso atendimento”, explica.

Confira algumas fotos:

 

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
dezembro de 2017

Programação:
19h15 às 19h35 – Introdução do Técnico no esporte
Rodrigo Adriano da Silva – Hospital Sepaco
Prof. Educação Física – UGF
Prof. Imobilização Ortopédica ASTEGO
Atividades Físicas e Traumatologia do Esporte EACH – USP
Intensive Basic Suport (Sobrati)
Instituto de Ortopedia e Traumatologia – USP

19h35 às 19h50
Atribuições e prerrogativas do Técnico 
Ailton Fernandes 
Presidente da Ass. Brasileira dos Técnicos de
Imobilização Ortopédica – Astego

 


19h50 às 20h20
A importância do Técnico de Imobilização Ortopédica no Esporte
Celso Pereira dos Santos 
Prof. Educação Física – UGF
Prof. Imobilização Ortopédica IOT – USP
Coordenador da Equipe de Imobilização Esportiva dos Correios
Prof. Beach Soccer FPBS

20h20 ás 20h35 – coffee 

20h35 às 20h50
Primeiros atendimentos no esporte 

Luciana Vieira Alves 
Enfermeira – Universidade Anhembi Morumbi
Pós-graduada em Centro Cirúrgico Central de Material e Esterilização e Recuperação Anestésica – Centro Universitário São Camilo
MBA em Gestão e Auditoria dos Serviços de Saúde – Universidade Cruzeiro do Sul

20h50 às 21h15
Imobilização para traumas de mãos, pré e pós-cirurgia 

Douglas Cunha 
Prof. Imobilização Ortopédica Especialista em Mão – Hospital Cruz Azul

21h15 – encerramento 


Local: Hospital Sepaco – Rua Vergueiro, 4210 – Vila Mariana (SP)
Data: 15/12 | Horário: 19h
Local: Auditório do S2
Inscrições e informações: iep@sepaco.org.br | Telefone: 2182-4604

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
dezembro de 2017

Palestrante: Guilherme Oberto
Professor e Coordenador da Faculdade Famesp

Temas:
Conceitos de radiação; Características da radiação; Irradiação e contaminação; Aplicações na área de saúde; Conceitos de proteção radiológica; Princípios de proteção radiológica e dúvidas frequentes

Público-alvo: Técnicos de Radiologia e Equipe de Enfermagem

Local: Hospital Sepaco – Rua Vergueiro, 4210 – Vila Mariana (SP)
Data: 13/12/17 | Horário: 19h
Informações e inscrições: iep@sepaco.org.br ou Telefone:(11) 2182-4604

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
novembro de 2017

O Hospital Sepaco apoia o Novembro Azul, campanha iniciada na Austrália, em 2003, que se tornou símbolo da luta contra algumas doenças masculinas, principalmente o câncer de próstata. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), a estimativa é que, em 2017, existam cerca de 61.200 novos casos de câncer de próstata diagnosticados no País. Dados da American Cancer Society revelou que, cerca de 1 em cada 7 homens será diagnosticado com câncer de próstata durante a vida.

O câncer de próstata é a segunda principal causa de óbitos por câncer e a mais comum entre os homens em todo o mundo, depois do câncer de pulmão. De acordo com o Dr. Eduardo Muracca Yoshinaga, urologista do Hospital Sepaco, “o objetivo dessa campanha é estimular e promover uma conscientização, não somente nos homens, mas de toda sociedade sobre essa doença, e promover a saúde do homem como um todo”.

Um levantamento realizado pelo Centro de Referência em Saúde do Homem (CRSH), vinculado à Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, aponta que 70% dos homens somente vão ao médico quando acompanhados por esposa ou filha. Muitas vezes o retardo na procura da ajuda médica leva a um estágio avançado da doença. “O preconceito diminuiu bastante ao longo dos anos, mas ainda hoje há homens que deixam de ir ao urologista por timidez ou tabus relacionados ao exame da próstata, isso é algo que não podemos aceitar”.

Doenças como o câncer de próstata não costumam apresentar sintomas em fase inicial e somente são detectadas com exames específicos, que dependem da consulta com um urologista. Caso não haja um diagnóstico precoce, são possíveis complicações mais graves como dores ósseas ou obstruções urinárias. “O diagnóstico precoce permite um tratamento com menor custo, maior taxa de cura e menor índice de complicações. Por isso é essencial cuidar da saúde e fazer exames preventivos”, conclui o especialista.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
novembro de 2017

Palestrante: Dr. Marcos Eiró

– Formado em Medicina pela Universidade Federal do Pará (2012);
– Especialista em medicina de família e comunidade pela Una-Sus (2012-2013);
– Residência médica em Clínica Médica pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp-EPM) (2014-2016);
– Clínica Médica no Hospital Alvorada-Plantonista (2014);
– Coordenador da Clínica Médica do Hospital Sepaco (2017).


Data: 30/11 – Horário: 19h30
Local: Hospital Sepaco – Rua Vergueiro, 4210 – Vila Mariana (SP). Auditório do Andar S2
Para mais informações, entre em contato pelo e-mail iep@sepaco.org.br

 

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
novembro de 2017

Palestrante: Erdnaxela Fernandes do Carmo Souza

– Enfermeira Obstetra – desde 2004;
– Mestre em Enfermagem pela Universidade de Guarulhos – desde 2012;
– Docente do Curso de Graduação e Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade de Guarulhos;
– Doutoranda em Ciências da Saúde pela UNICAMP;
– Enfermeira Obstetra do Hospital Samaritano de São Paulo;
– Supervisora de Enfermagem da CRON – Central de Regulação Obstétrica e Neonatal do Município de São Paulo.

 


Data: 27/11 – segunda-feira
Horário: 19h30
Local: Hospital Sepaco – Rua Vergueiro, 4210 – Vila Mariana (SP). Auditório do Andar S2.
Público Alvo: Profissionais da Área da Saúde
Outras informações/ inscrições: iep@sepaco.org.br | telefone: (11) 2182-4604

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
novembro de 2017

Será promovido, no dia 18 de novembro, o  1º Curso de Nefrologia Intensiva do Hospital Sepaco. Confira abaixo a programação:

Programação:

– 09h às 09h20
Injúria Renal Aguda: Definição, Epidemiologia e Diagnóstico
Dr. Henrique Pinheiro Konigsfeld

– 09h20 às 09h40
Fisiopatologia da IRA
Dr. Saurus M. Coutinho

– 09h40 às 10h10
Sepse e IRA
Dr. Luciano Azevedo

– 10h10 às 10h30
Biomarcadores: o que há de novidade?
Dr. Flavio G. R. Freitas

10h30 às 11h
Intervalo

– 11h às 11h20
Indicação de diálise: Precoce X Tardia
Dr. Ricardo Barbosa Cintra de Souza

– 11h20 às 11h40
Modalidades terapêutica: Convencional e EDD
Dr. Riberto Garcia da Silva

– 11h40 às 13h
Almoço (livre)

– 13h às 13h30
CVVHDF – Prismaflex
Dr. Maristela Carvalho da Costa

– 13h30 às 14h
Acesso Vascular e Anticoagulação
Dr. Maristela Carvalho da Costa

– 14h às 15h
Prismaflex – Entendendo os alarmes
Equipe de enfermagem – UTI adulto

– 15h
Coffee


Data: 18/11, das 9h às 15h
Local: Rua Vergueiro, 4210 – Vila Mariana (SP) | Auditório do Andar S2
Público alvo: médicos
Mais informações: iep@sepaco.org.br ou 2182-4604

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
outubro de 2017

O Sepaco marca presença no XVI Congresso da Sociedade Latino Americana de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica, que será realizado de 25 a 27 de Outubro, no Hotel JP de Ribeirão Preto, SP. O tradicional evento bianual foi criado com o objetivo de troca de informações e experiências entre especialistas de origem latina que atuam nas diversas áreas envolvidas no diagnóstico e tratamento das cardiopatias congênitas em adultos e afecções cardiovasculares em crianças. O Sepaco marca presença no XVI Congresso da Sociedade Latino Americana de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica, que será realizado de 25 a 27 de Outubro, no Hotel JP de Ribeirão Preto, SP. O tradicional evento bianual foi criado com o objetivo de troca de informações e experiências entre especialistas de origem latina que atuam nas diversas áreas envolvidas no diagnóstico e tratamento das cardiopatias congênitas em adultos e afecções cardiovasculares em crianças.

O evento é direcionado a especialistas em cardiologia fetal, obstetras, cardiologistas pediátricos, cardiologistas especializados em adultos portadores de cardiopatias congênitas, hemodinamicistas, ecocardiografistas, radiologistas, intensivistas e cirurgiões cardiovasculares pediátricos e de adultos portadores de cardiopatias congênitas, além de outras especialidades afins.

No dia 27 de outubro, às 12h10, será realizado o Simpósio Sepaco: Cirurgias das Cardiopatias Congênitas: o que esperar no futuro?, que trabalhará a programação abaixo:

12h05 – abertura do Simpósio Sepaco – Cirurgias das Cardiopatias Congênitas: o que esperar no futuro?

Com Dr. Lucio Flavio Peixoto de Lima, Médico Coordenador da UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Sepaco, Mestre pelo Departamento de Pediatria da Unifesp/EPM, Médico Assistente da UTI Pediátrica do Hospital São Paulo – Unifesp.

12h15 – Suporte Otimizado de Outros Sistemas em PO de Cirurgia Cardíaca Pediátrica

Com Dr. Lucio Flavio Peixoto de Lima 12h30: Avanços no Manejo Pré e Intra-Operatório nas Cirurgias de Cardiopatias CongênitasCom Dr. Gustavo Foronda, Chefe do Serviço de Cardiologia Clínica do Hospital Sepaco, Coordenador da UTI Neonatal e Pediátrica do InCor  FMUSP, Médico Assistente da Unidade de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas do Adulto do InCor HCFMUSP.

12h45 – Mitral Melody: perspectivas

Com Dr. Arlindo Riso, Chefe do Departamento de Cirurgia Cardíaca Pediátrica da Universidade de Hamburgo – Alemanha.

13h – Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica no Tratamento das Cardiopatias Congênitas

Com Dr. Carlos Eduardo Tossuniam, Chefe do Serviço de Cirurgia Cardíaca Pediátrica do Hospital Sepaco.

Finalizando as apresentações do Simpósio Sepaco, às 13h15, será realizado um debate para a discussão dos temas abordados.

Segundo Rafael Parri, CEO do Sepaco, participar de um congresso dessa amplitude significa que o Sepaco e seus profissionais estão atuando em alta complexidade e aperfeiçoamentos na área da saúde. “Acredito que essa troca de experiências e discussões durante este Congresso servirá para o progresso do segmento e da nossa instituição”, finaliza.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
outubro de 2017

Nesta terça-feira (03), o Sepaco recebe a visita dos representantes do Hospital Clínica Palermo, uma instituição privada da Colômbia com uma ampla e reconhecida trajetória na área da saúde, há 69 anos.

Os representantes do Hospital Clínica Palermo realizam visitas em diversos setores do Sepaco para conhecer o uso do sistema Tasy nos processos da instituição.

O objetivo desta visita é apresentar o Hospital Sepaco, referência no mercado nacional e reconhecido como Sistema Integrado de Saúde, que investe constantemente em tecnologia, no aprimoramento e na qualidade na prestação dos serviços na busca constante da excelência no atendimento.

Para os representantes da Clínica Palermo, um dos principais pontos desse encontro é conhecer e entender como o Sepaco utiliza o sistema Philips Tasy na instituição e com isso ajudá-los na sua decisão sobre o investimento dessa tecnologia em seu hospital. As áreas de interesse que serão apresentadas são a UTI, centro cirúrgico, faturamento, farmácia, pronto atendimento, processos de internação, indicadores e qualidade.

Segundo Rafael Antonio Parri, Superintendente Geral do Sepaco, receber a Clínica Palermo é uma oportunidade gratificante. “Isso traduz todo o trabalho, empenho e esforço da instituição na busca da excelência na gestão. Acreditamos que estamos no caminho certo e continuaremos a oferecer cada vez mais inovação e qualidade na prestação de serviços”, conclui.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
setembro de 2017

Desde 2014 o Hospital Sepaco participa da Campanha Sobrevivendo à Sepse, um esforço mundial que visa reduzir as altas taxas de mortalidade relacionadas a doença. No Brasil, esta campanha é coordenada pelo Instituto Latino Americano da Sepse (ILAS). Além da assessoria e acesso ao software de coleta de dados de indicadores da qualidade do atendimento ao paciente séptico, o ILAS emite trimestralmente análises sobre o desempenho da equipe no combate à doença.

O último relatório do Hospital Sepaco abrangeu os meses de abril a junho deste ano, ou o 11º trimestre de participação do hospital na campanha. Neste período, 89 pacientes apresentaram sepse. Os indicadores da qualidade do atendimento mostram que o diagnóstico da doença vem sendo feito de forma precoce e o tratamento instituído rapidamente, fatores que certamente explicam a baixa mortalidade observada no período: 15 óbitos (16,9%). O resultado foi considerado positivo pelo ILAS, já que o hospital vem mantendo a excelência no atendimento aos pacientes sépticos.

A divulgação do relatório e dos resultados acontece próximo do Dia Mundial da Sepse – 13 de setembro. A data tem o apoio do Hospital Sepaco que, graças às medidas que vem tomando em relação às recomendações do ILAS, vem tornando as intervenções mais efetivas e melhorando seus indicadores, principalmente os de mortalidade.

“Isso passa também pela conscientização dos pacientes e da população em geral e por isso o trabalho de informação realizado no Dia Mundial da Sepse é tão importante”, afirma Dr. Flavio Geraldo Rezende de Freitas, Médico da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sepaco. Nos dias que antecedem a data e, principalmente, no dia 13 de setembro, o hospital vai trabalhar com alertas à população sobre os principais sintomas da doença: febre, redução no volume de urina, confusão mental, pressão baixa, entre outros.

A ideia é aumentar a percepção da sepse tanto entre profissionais de saúde como entre o público leigo e, assim, priorizar a doença como uma emergência médica a fim de que todos os pacientes possam receber intervenções básicas, incluindo antibióticos e fluídos intravenosos, dentro da primeira hora.

Infelizmente, o número de casos de sepse no Brasil não é conhecido, mas sabe-se que quase 30% dos leitos das UTIs brasileiras estão ocupados com pacientes em sepse. A doença mata mais do que o câncer ou o infarto agudo do miocárdio. Dados do ILAS mostram que o índice de mortalidade pela doença nas instituições públicas brasileiras é de 51,7%, contra cerca de 30% em países da Europa. “Um dos maiores problemas enfrentados aqui é o desconhecimento, tanto por parte dos pacientes quanto dos profissionais de saúde”, lembra o especialista.

Para mudar este quadro, o Hospital Sepaco, em conjunto com outras entidades, como o ILAS, tem estimulado a difusão do conhecimento sobre a doença na sociedade. Quanto mais o leigo conhecer sobre a doença, mais rápido buscará atendimento e a instituição está preparada para atendê-los com uma estratégia diferenciada.

“Nossos esforços e processos estão focados para aumentar a percepção sobre a sepse e para que nossa instituição efetivamente atue de acordo com os protocolos de tratamento moldados nas melhores evidências, capazes de reduzir a mortalidade dessa síndrome e contribuir para mudar a realidade brasileira”, destaca Dr. Flávio.

O que é a Sepse

Antigamente conhecida como septicemia ou infecção generalizada, a sepse é uma inflamação generalizada do organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. A doença pode levar à paralisação de um ou mais órgãos, ou mesmo à morte, quando não identificada imediatamente. Atualmente, a sepse é a principal causa de mortes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), matando mais que o infarto e alguns tipos de câncer.

Embora não existam sintomas específicos, todas as pessoas que estejam passando por uma infecção e apresentam febre, aceleração do coração (taquicardia), respiração mais rápida (taquipneia), fraqueza intensa e pelo menos um dos sinais de alerta (pressão baixa, redução no volume de urina, falta de ar, sonolência e confusão mental), devem procurar imediatamente um serviço de emergências ou o seu médico.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,