Pesquisar no site

Notícias

O Sepaco preparou uma relação com as perguntas e respostas mais comuns referentes à vacinação contra a COVID-19. Confira:

Sim. Desde que o início dos sintomas tenha ocorrido há pelo menos 4 semanas. Para quem não teve sintomas, 4 semanas a partir da primeira PCR positiva.

Até o momento a vacinação para crianças e menores de 18 anos não foi liberada. Os estudos que abrangem essa faixa etária estão em andamento.

Não há recomendação precisa da vacina para lactantes, no entanto, à semelhança de outras vacinas, deve ser uma vacina segura tanto para a mãe quanto para o seu bebê. Caso tenha dúvidas, converse também com o pediatra e seu obstetra.

Não existem estudos específicos para a vacinação em gestantes, no entanto, a semelhança de outras vacinas, deve ser uma vacina segura e protetora para você e seu bebê. A Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia recomenda a vacinação a partir do 3º trimestre da gestação. Caso ainda tenha dúvidas, converse com o seu obstetra.

As vacinas que são conhecidamente arriscadas durante a gestação são aquelas de vírus vivos atenuados. A vacina contra COVID-19 não é desse tipo e provavelmente não trará nenhuma complicação a sua gestação. Faça seu acompanhamento regular com o obstetra e informe seu médico sobre esse evento.

Não. Se você teve febre nas últimas 24h e/ou se ainda tem febre espere esse quadro atual para depois se vacinar. Procure seu médico para diagnosticar o que está acontecendo com você. Caso você tenha tido febre há mais de 24h, você pode tomar a vacina normalmente.

Sim.

Não.

Sim.

Sim, caso não exista alergia a qualquer um dos componentes da vacina (hidróxido de alumínio, hidrogenofosfato dissódico, di-hidrogenofosfato de sódio, cloreto de sódio, e hidróxido de sódio).

Sim.

Sim.

Sim.

Sim.

Sim.

A vacinação contra a COVID-19 é realizada em duas doses. Após tomar a primeira, aguarde ser chamado para tomar a segunda dose.

  • Os efeitos mais frequentes são: dor no local da injeção, cansaço, fadiga e dor de cabeça.
  • Também são comuns: inchaço, coceira e endurecimento no local da injeção, náuseas, diarreia, dor muscular, tosse, dor articular, coceira na pele, narriz escorrendo, dor de garganta e congestão nasal.
  • Os efeitos menos comuns incluem hematomas no local da injeção, vômitos, febre, erupções cutâneas, dor na região da garganta, espirros, tontura, dor abdominal, sonolência, mal-estar, vermelhidão na pele, dor/desconforto nas extremidades, dor nas costas, vertigem, inchaço fora do local da injeção, incômodos respiratórios como falta de ar, sensação de sufocamento e aumento da frequência respiratória, diminuição de apetite.
  • IMPORTANTE: a vacina contra a COVID-19 é uma vacina nova e pode ocasionar efeitos desconhecidos até o momento.

Colocar compressa fria no local e tomar analgésico.

Procure atendimento médico imediatamente.

Sim. Você deverá continuar a:

  • evitar aglomeração
  • manter distanciamento das pessoas
  • evitar ambientes fechados
  • usar máscara

Entrada do Centro Médico Sepaco

O Hospital Sepaco, sempre atento à excelência no atendimento, expande seu ambulatório para um Centro Médico. O objetivo deste investimento é oferecer maior comodidade aos seus pacientes, que terão em um único local consultas com especialistas e realização de exames diagnósticos de forma integrada.

Outra novidade é que, além das adequações estruturais, dentro do Centro Médico funcionará também um novo e moderno Centro de Urologia, que contará com profissionais especializados e equipamentos que permitirão uma investigação completa das doenças urológicas de todos os pacientes, independente do sexo e idade.

Segundo o Dr. Eduardo Muracca, Urologista do Hospital Sepaco, este espaço permite também um melhor acolhimento ao paciente e seus familiares, que contará com a presença de um concierge para assessorá-los durante os atendimentos.

O Centro de Urologia funcionará de 2ª feira à sábado, para atendimento ambulatorial de todas as operadoras de saúde credenciadas ao Hospital Sepaco, além do atendimento particular. Entre os serviços oferecidos estão: estudo urodinâmico completo, urofluxometria livre, calibragem uretral, investigação e prevenção de causa de litíase renal (pedras nos rins) e check-up urológico em todas as idades.

De acordo com Sr Rafael Parri, CEO do Sepaco, esta expansão do Centro Médico e Centro de Urologia vem somar à experiência do Hospital Sepaco com alta complexidade, ao cuidado e atenção dedicados aos pacientes: “Prezamos pela vida, e nossos investimentos e esforços em oferecer comodidade, segurança e melhores práticas aos nossos pacientes e seus familiares, tornam a nossa assistência ainda mais resolutiva e precisa”, ressalta.

Confira algumas imagens do novo espaço (clique na foto para ampliar):

O acompanhamento de um fisioterapeuta na gestação traz diversos benefícios (Foto: Freepik)

Sempre atento à saúde e bem-estar de suas gestantes, o Hospital Sepaco implanta o serviço de fisioterapia no Centro Obstétrico. O novo serviço soma a experiência da instituição com alta complexidade ao cuidado e atenção dedicados às gestantes, tornando a assistência ainda mais resolutiva e precisa. Coordenados por Cíntia Johnston, os fisioterapeutas especializados em partos se integram à equipe de enfermagem, médicos e demais profissionais com o objetivo de propiciar um trabalho de parto o mais fisiológico possível.

Segundo a Profª. Dra. Lisandra Stein Bernardes, Coordenadora da Obstetrícia e do Centro de Medicina Fetal e Cirurgia Fetal do Hospital Sepaco, a fisioterapia tem o importante papel de ensinar a gestante a fazer posições que permitam uma evolução positiva no parto. Os fisioterapeutas realizam o trabalho no período de gestação, durante o parto e acompanha a paciente no pós-parto.

Um estudo demonstrou resultados extremamente positivos em pacientes que atuaram com a equipe de fisioterapia e mantiveram um ritmo de exercícios. Os principais benefícios observados foram a diminuição na duração do trabalho de parto e o uso de analgesia. Além disso, médica destaca que em situações em que o feto não está bem posicionado, a fisioterapia possibilita adequar o posicionamento fetal para a rotação da cabeça do bebê até passar pelo caminho da bacia.

Outros benefícios da fisioterapia na gravidez são o auxílio no controle da glicemia na diabetes gestacional, alívio de sintomas relacionados ao sistema músculo-esquelético e vascular, melhora do condicionamento físico e na qualidade do sono, redução do risco de trauma perineal, alívio da lombalgia e dor pélvica, além de preparar a gestante para o parto. Já durante o parto, os benefícios variam entre um experiência mais tranquila, com menos dores, diminuição do uso de analgesia e até a redução do tempo de trabalho de parto e a recuperação mais rápida da parturiente.

Postado em Notícias | Tags:
A alimentação saudável é parte do tratamento contra o câncer. (Foto: Freepik)

O mês de outubro foi escolhido para ser o mês da conscientização sobre o câncer de mama entre as mulheres e a sociedade, visando a importância da sua prevenção e sendo chamado mundialmente de “Outubro Rosa”. A campanha destaca a importância do autoexame da mama e o acompanhamento médico regular, que são os principais fatores na prevenção da doença.

Postado em Notícias | Tags:

Realize consultas e exames com segurança e tranquilidade!

Nossos profissionais estão utilizando equipamentos de proteção e intensificamos a higienização dos consultórios, salas de procedimentos e equipamentos antes e após cada atendimento. Além disso, todos os setores são abastecidos com álcool diariamente.

A instituição valoriza a assistência multiprofissional aos pacientes e nossa equipe estará à disposição para o atendimento e apoio durante toda a assistência hospitalar com a máxima segurança e excelência.

Ações do Sepaco contra o Coronavírus

01 – Comitê de acompanhamento
O Sepaco criou um comitê para acompanhar o avanço da Covid-19 no Brasil e também para discutir e atualizar protocolos e procedimentos, sempre priorizando a segurança de pacientes e profissionais.

02 – Atendimento exclusivo para gestantes:
Inauguramos um novo Pronto Atendimento Ginecológico/Obstétrico no Andar Térreo.
O espaço visa atender às gestantes com maior segurança e tranquilidade.

03 – Novos critérios de visita: 
Para aumentar a segurança de clientes e profissionais, os critérios para visita aos pacientes internados estão temporariamente alterados. Também restringimos a circulação pelos hospital e incentivamos que a visita ocorra somente no quarto onde está o familiar ou conhecido.

04 – Novos fluxos para acesso:
Restringimos a entrada de visitantes e acompanhantes com sintomas de gripe ou

resfriado e todos passam por aferição de temperatura na recepção.

05 – Novos fluxos para quadros respiratórios:
Os pacientes que apresentam quadros respiratórios possuem atendimento exclusivo com estrutura e fluxos especiais.

06 – Triagem no controle de acesso
Todos os pacientes, acompanhantes e fornecedores que frequentam a instituição,

passam por uma triagem de sintomas e temperatura no controle de acesso.

07 – Máscaras para acesso às dependências do Hospital
Estamos oferecendo máscaras antes do acesso às dependências do Hospital (todas as pessoas que não estiverem utilizando). Além disso, aumentamos a quantidade de dispensadores de álcool em gel na instituição e higienização dos ambientes.

08 – Higienização do veículo
Caso o acesso seja por veículo automotor, o manobrista estará paramentado e

fará uma higienização nas mãos e locais de contato no seu carro, como maçanetas, câmbio evolante.

Tire suas dúvidas sobre cirurgias no Hospital Sepaco
durante a pandemia

Confira as perguntas e respostas mais frequentes relacionadas à realização de cirurgias neste momento de pandemia e as medidas de segurança para manter a qualidade efetiva no tratamento cirúrgico

Atendimentos e Consultas

Para evitarmos aglomerações e protegermos pacientes e equipes profissionais, organizamos um fluxo de atendimento com intervalos maiores nos agendamentos. Solicitamos também que acompanhantes sejam trazidos somente em casos de extrema necessidade para a realização de consultas ou exames e recomendamos que o paciente chegue com antecedência máxima de 10 minutos.

Apesar das recomendações e precauções necessárias por conta da Covid-19, não há qualquer proibição ou orientação para a suspensão de tratamentos.

Não é recomendado adiar exames diagnósticos e procedimentos terapêuticos, pois eles são importantes para os cuidados com a sua saúde!

Entretanto, pessoas com sintomas gripais ou com Covid-19 confirmado deverão aguardar a melhora do quadro clínico para efetuar o agendamento de consultas e exames.

Postado em Sem categoria

A COVID-19 surgiu recentemente, no final de 2019, e as pesquisas para entender os impactos do novo coronavírus em gestantes ainda estão em desenvolvimento.

Com base nos dados atuais, havendo infecção da gestante pelo novo coronavírus, espera-se que a grande maioria das gestantes tenha apenas sintomas leves ou moderados semelhantes aos observados nos casos de gripe e resfriado. No entanto, algumas mudanças no corpo da mulher grávida podem dificultar a recuperação diante de uma doença respiratória.

Para se proteger da infecção, é fundamental que a gestante redobre os cuidados de higiene para evitar o contágio e busque ajuda médica caso perceba sintomas como febre, tosse ou dificuldade para respirar.

Como se proteger do Coronavírus?

  • Higienize as mãos com álcool em gel ou água e sabão
  • Evite tocar olhos, nariz e boca
  • Evite aglomerações
  • Cubra a boca e o nariz com a parte interna do cotovelo ou com lenço quando tossir ou espirrar
  • Faça a higienização frequente de todas as superfícies da casa
  • Siga o acompanhamento médico e busque ajuda médica caso perceba qualquer sintoma como febre, tosse ou dificuldade para respirar

A COVID-19 pode ser transmitida da mulher para o bebê?

O processo de amamentação é uma importante forma de interação entre a mãe e o bebê. Seus benefícios podem perdurar por toda a vida e estendem-se muito além dos nutricionais.

O risco de contaminação do bebê durante a amamentação existe, mas a observação das recomendações abaixo reduzem muito a chance disso acontecer. Por isso considere não privar seu bebê dos benefícios da amamentação.

Mulheres infectadas podem amamentar?

O processo de amamentação é uma importante forma de interação entre a mãe e o bebê. Seus benefícios podem perdurar por toda a vida e estendem-se muito além dos nutricionais.

O risco de contaminação do bebê durante a amamentação existe, mas a observação das recomendações abaixo reduzem muito a chance disso acontecer. Por isso considere não privar seu bebê dos benefícios da amamentação.

Quais medidas devem ser adotadas durante a amamentação?

  • Coloque a máscara facial
  • Em seguida, higienize as mãos e as mamas antes de iniciar a amamentação
  • Utilize máscara facial durante toda a amamentação. Ela deve cobrir completamente o nariz e a boca e estar ajustada ao seu rosto
  • Coloque e retire a máscara pelos elásticos ou fitas de fixação. Nunca a toque durante a amamentação pois ela se contamina durante o processo
  • Segure o bebê diretamente pele contra pele
  • Ao amamentar, procure voltar seu rosto em sentido contrário ao do bebê
  • Somente a retire a máscara após acomodar corretamente seu bebê no berço

O que fazer caso a mãe não queira ou não possa amamentar?

Caso você não possa ou prefira não amamentar, você ainda poderá fazer a ordenha do seu leite. Ele poderá ser oferecido ao seu bebê através de mamadeira e, desta forma, os benefícios do leite humano não deixarão de ser oferecidos.

Esse processo é seguro e não há relato de transmisssão do novo coronavírus através do leite humano.

Postado em Sem categoria

Medidas de Segurança durante a pandemia COVID-19

O Hospital Sepaco, consciente do cenário atual de enfrentamento da pandemia pelo Covid19, adotou diversas medidas especiais para o momento do parto, inclusive com a construção rápida de uma nova área exclusiva de pronto atendimento às gestantes, isolada das demais áreas de pronto atendimento. O intuito é assegurar a saúde e proteger nossas gestantes, bebês e também os profissionais, que estão na linha de frente.

Diante dos riscos, diminuímos a circulação de pessoas nos ambientes do hospital, inclusive no setor da maternidade. Portanto, só será permitido um acompanhante por gestante (que não apresente nenhuma suspeita clínica de gripe). Neste período, não serão permitidos fotógrafos ou cinegrafistas para o registro dos partos.

Com relação aos profissionais médicos, enfermeiros obstetras, obstetrizes ou doulas, todos são fundamentais para assistência, em especial neste momento. Profissionais habilitados e devidamente credenciados pelo Hospital devem seguir as rigorosas regras determinadas pelos protocolos de segurança da instituição, fundamentadas nas recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A instituição valoriza a assistência multiprofissional aos pacientes e nossa equipe estará à disposição para o atendimento e apoio durante toda a assistência hospitalar com a máxima segurança e excelência. Todos devem participar do cuidado, seguindo as orientações de segurança propostas e procurando minimizar a equipe apenas à essencialmente necessária a cada cenário clínico, reduzindo o risco potencial de contaminação.

O aprimoramento do fluxo de pacientes e a definição de condutas de proteção fazem parte de um extenso e rigoroso trabalho de toda a equipe do Sepaco, os quais podem ser atualizados dia a dia, conforme a evolução da pandemia.

Além disto, foram criados aos pacientes e seus familiares, diversos meios alternativos de comunicação e apoio psicológico para minimizar os transtornos decorrentes do necessário isolamento social, especialmente aos pacientes com suspeita ou infecção confirmada pelo Covid19.

É essencial a união de todos para enfrentarmos este momento de Pandemia.

Postado em Sem categoria

O Hospital Sepaco integra a rede de hospitais da iniciativa Coalizão COVID Brasil, unidos em prol do combate ao COVID-19. Por meio de pesquisas, o grupo tem por objetivo avaliar a eficácia e segurança dos medicamentos hidroxicloroquina e azitromicina para pacientes infectados pelo novo coronavírus.

Este projeto surgiu de uma parceria entre o Hospital Israelita Albert Einstein, HCor, Hospital Sírio Libanês e Rede Brasileira de Pesquisa em Terapia Intensiva (BRICNet), em conjunto com o Ministério da Saúde, e contará com o apoio da farmacêutica EMS, fornecendo os medicamentos para estudos.

Ao todo, de 40 a 60 hospitais em todo o país participarão desta iniciativa e realizarão três pesquisas. A Coalização I – primeira fase dos estudos, que terá 630 pacientes internados e com menor gravidade por COVID-19; a Coalização II – com 440 pacientes em estágios mais graves da doença e que necessitem de maior suporte respiratório; e a Coalização III – as pesquisas avaliarão a efetividade da dexametasona em 284 pacientes com insuficiência respiratória grave, que necessitam de suporte ventilador mecânico para respirar.

Para o Dr. Flávio Freitas, médico intensivista do Hospital Sepaco e responsável pelo Instituto de Ensino e Pesquisa (IEP), o mundo vive um momento extremamente delicado, e a necessidade de unir forças é fundamental para combater a pandemia do COVID-19. O médico destaca ainda a satisfação de toda a instituição em estar presente neste projeto.

“Estamos certos que esta iniciativa será um sucesso, e muito felizes em poder contribuir nessa luta, salvando o máximo de vidas que pudermos. Esta é a motivação para continuarmos com total empenho e dedicação na descoberta de um medicamento eficaz para o novo coronavírus”, destaca.

Postado em Sem categoria

Em razão deste momento de enfrentamento do novo coronavírus, os critérios para visita aos pacientes internados estão temporariamente alterados:

Unidades de Internação

Somente 01 (UM) visitante ou acompanhante por leito
As trocas de acompanhantes serão limitadas a uma vez ao dia
Horários das visitas: 10h às 17h

Unidades de Terapia Intensiva Adulto

Somente 01 (UM) visitante por leito. Não será permitido rodízio.
Horários das visitas: somente das 15h às 17h

Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica e Neonatal

Somente 01 (UM) acompanhante por leito
As trocas de acompanhantes serão entre pai e mãe e limitadas a uma vez ao dia

Recomendações gerais para visitas

Não serão permitidas visitas de pessoas com sintomas gripais ou resfriados.

Pessoas idosas (maiores de 65 anos), gestantes ou que tenham doenças crônicas como cardiovasculares, pulmonares, renais, diabetes mellitus, presença de doenças ou uso de medicamentos que alterem a imunidade, não devem realizar visitas a pacientes internados.

Higienizar as mãos nas seguintes situações:

  • entrada e saída do hospital
  • entrada e saída da unidade de internação
  • antes das refeições
  • antes e após usar o banheiro
  • ao tossir ou espirrar
  • sempre que tiver contato com o paciente

O uso de máscaras não é recomendado para todas as pessoas. Siga as orientações das equipes de atendimento.

Não circule pelos ambientes do hospital. Restrinja a visita ao quarto onde está o seu familiar ou conhecido.

Postado em Sem categoria

O Hospital Sepaco inaugura um novo Pronto Atendimento Ginecológico e Obstétrico. O objetivo é oferecer um ambiente privativo e especializado para essas pacientes.

Elas tem agora à disposição um novo espaço, exclusivo às necessidades deste momento tão especial com:

  • 3 consultórios
  • atendimento personalizado e reservado
  • equipe médica e de enfermagem especializada
  • equipamentos modernos para análise, monitoramento e diagnóstico

O novo espaço está integrado ao Centro de Medicina Fetal, que é voltado tanto para a realização de consultas e exames diagnósticos de rotina na gestação (ultrassom morfológico e ultrassom obstétrico, entre outros) como para tratamento e acompanhamento de bebês com diagnóstico de doença intrauterina.

Pronto Atendimento Ginecológico e Obstétrico
Acesso pela Rua Vergueiro, 4210 – Andar Térreo

Horários de Atendimento
Pronto Atendimento: 24h
Serviço de valet no local

Veja algumas imagens:

Sala de observação

Sala de cardiotoco

Novos consultórios