Pesquisar no site

Notícias

junho de 2013

 

Engajado em ações sociais, o Sepaco abraçou, junto com a TV Record, o caso de Miguel Oliveira, um garoto de três anos com problemas de obesidade infantil, questão que afeta 36,6% das crianças no Brasil, de acordo com a Pesquisa de Orçamento Familiar (POP), realizada pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde.

Para auxiliá-lo, a instituição assumiu os custos de seus cuidados nas áreas de cardiologia, representada pela dra. Ana Paula Abrahão, e neurologia, com a dra. Letícia Soster, além dos exames solicitados.

Clique aqui e confira a matéria que foi ao ar, no programa “Hoje em Dia”.

 

Legenda da imagem: dra. Letícia Soster, neurologista do Sepaco, dá orientações para Miguel e sua mãe

junho de 2013

A dengue é uma doença infecciosa viral, transmitida pela picada do mosquito fêmea Aedes aegypti e está presente em mais de 125 países, superando a malária, de acordo com a    dra. Fátima Porfírio, infectologista do Hospital Sepaco. Além disso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou-a como a enfermidade que possui propagação mais rápida do que as demais doenças.

A médica conta que o maior perigo dela é a água parada. Isto se deve ao fato da reprodução do mosquito, que deposita seus ovos no líquido, dando vida a novos transmissores. Sendo assim, fique sempre atento aos principais acumuladores de água: pneus velhos, pratos de plantas, caixas d’água mal tampadas, calhas entupidas, entre outros locais.

O período de incubação é de 5 a 6 dias, intervalo entre a picada e o aparecimento da doença. Normalmente, a partir do 3º dia é que os sintomas começam a aparecer e podem variar de simples, como resfriados, a médios, ocasionando dores musculares, nos ossos e articulações, atrás dos olhos, de cabeça, vermelhidão no corpo, vômitos, tonturas e perda do apetite.

No quadro mais avançado pode ocorrer febre alta repentinamente, geralmente entre 39º e 40º, dores abdominais fortes e contínuas, vômitos persistentes, sangramento pelo nariz, boca e gengivas, sonolência, agitação, confusão mental, insuficiência respiratória e choque. “Nestes casos, é necessário buscar imediatamente ajuda médica, pois pode levar a pessoa à morte em até 24 horas”, explica a infectologista.

Em crianças, a febre pode vir acompanhada de apatia e recusa na hora de comer, além de diarreia. Segundo a especialista, o diagnóstico é feito por meio de exame laboratorial, porém, não existe tratamento específico, apenas algumas formas que aliviam os sintomas.

“É preciso ingerir muito líquido e repousar, além de utilizar apenas os medicamentos indicados pelo médico”, explica.

“É preciso enfatizar que o paciente não deve optar pela automedicação em casos de suspeita de dengue, pois há medicamentos, como ácido acetilsalicílico, que provocam complicações no quadro”, comenta a infectologista, que destaca a prevenção como a melhor forma de tratamento. “Fique sempre atento, pois o foco da dengue pode estar dentro da sua casa”, conclui.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

Nesta época do ano é muito comum o surgimento das alergias e o Sepaco alerta para a importância de conscientizar a população sobre essa doença.  A rinite alérgica  está entre as mais comuns, segundo dados da WAO (World Allergy Organization), trata-se de  um processo inflamatório da mucosa nasal decorrente de uma reação exagerada a uma ou mais substâncias, chamadas de alérgenos. Ela  não tem cura, mas é possível mantê-la sob controle.

Há vários fatores que podem contribuir  para a ocorrência de rinite alérgica, desde a predisposição familiar, mas, principalmente, o contato com os agentes que desencadeiam o processo alérgico. Entre os mais comuns estão a poluição ambiental, poeiras, ácaros, pêlos de animais domésticos, e até mesmo uma mudança brusca de temperatura, variação na umidade relativa do ar, qualquer cheiro mais forte ou até mesmo o estresse.

Na verdade, o alérgico   possui a mucosa nasal tão “sensível” que deixa de reagir apenas a esta ou aquela substância que causa alergia e passa a inflamar por literalmente qualquer motivo. No mundo inteiro nota-se um aumento da incidência de riniteda doença com o passar das décadas. Alguns estudos quantificam esse crescimento em até 40%. Identifique agora como detectá-la.

Principais Sintomas:
•    Irritação no nariz, na boca, nos olhos, na garganta, na pele ou em qualquer outra região;
•    Problemas com odores;
•    Coriza;
•    Espirros;
•    Lacrimejamento nos olhos.

Sintomas da rinite alérgica, que podem se apresentar posteriormente:
•    Congestão nasal;
•    Tosse;
•    Diminuição da audição e diminuição do olfato;
•    Dor de garganta;
•    Olheiras;
•    Olhos inchados;
•    Fadiga e irritabilidade;
•    Cefaleia;
•    Problemas de memória e lentidão de raciocínio.

Como tratar?
O tratamento à doença tem início com o controle do ambiente para reduzir a exposição aos fatores que desencadeiam a alergia, ou com medicamentos para conter os sintomas e a inflamação da mucosa nasal.

Para evitá-la, medidas simples como dar preferência a pisos que possam ser limpos com um pano úmido (pelo menos uma vez por dia), manter a casa arejada e ventilada, evitar o uso de tapetes, cortinas, carpetes, bichos de pelúcia e o contato com cães e gatos, tirar cobertores e tudo que não é utilizado com frequência do guarda-roupas para tomar sol e usar aspiradores, ao invés de vassouras e espanadores que espalham mais a poeira.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

Com o foco em vendas, as mais modernas técnicas e conceitos de marketing serão apresentados aos corretores de seguros no 1º Encontro de Vendas do Sepaco, que acontece no dia 11 de junho, na sede da instituição.

A ação, que tem como objetivo estreitar relacionamento com o público, trará como convidado Dennis Penna, um conceituado palestrante do segmento. Graduado  em Ciências Jurídicas, com pós graduação em administração e marketing, Penna conta com vasta experiência nas áreas de planejamento e marketing de relacionamento (CRM), além de ter desenvolvido inúmeros projetos em empresas de todo o País, ser consultore autor do livro “Motivação nota 10”.

Durante a apresentação, Penna abordará temas, como: características do vendedor eficiente; técnicas de vendas: conceitos complexos são transformados em dicas simples e práticas; a importância do planejamento; descobrir e explorar pontos fortes; e direcionar o pensamento do cliente. A palestra ainda incluirá as ferramentas de fidelização de clientes e informações de como se diferenciar (e sobreviver) na era digital.

O evento é gratuito e tem vagas limitadas. Os interessados poderão confirmar presença pelo telefone (11) 2182-7692 ou pelo e-mail: comunicacao@sepaco.org.br

Serviço:

Data: 11/06 (terça-feira)

1º turma
Das 8h às 9h: Credenciamento e café da manhã
Das 9h às 11h: Palestra

2º turma
Das 14h às 15h: Credenciamento e café da tarde
Das 15h às 17h: Palestra

Local: Rua Vergueiro, 4.210 – Vila Mariana – SP
Entrada pelo andar Térreo

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

Com o objetivo de expandir sua atuação junto à comunidade e valorizar o ser humano, este ano, o Hospital Sepaco abre inscrições para quem deseja  trabalhar como voluntário na instituição. Os interessados poderão escolher as áreas de atuação: Recepção, Serviço Social, Imagem, Pronto Atendimento, Ambulatório, Unidade de Internação e Entretenimento.

“O intuito é dar suporte aos pacientes, desde uma simples orientação até um apoio emocional para lidar com uma questão mais séria de sua saúde, por exemplo”, explica dra. Luci Meire Pivelli Usberco, superintendente operacional hospitalar da entidade.

Segundo  pesquisa realizada pela CBVE (Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial), a consciência da contribuição coletiva é um dos fatores mais importantes apontados por aqueles que atuam em projetos de voluntariado.

“A atuação não traz só o fortalecimento positivo da marca de uma empresa, mas uma série de oportunidades de evolução pessoal. Normalmente, após participar de programas como este, as pessoas ampliam sua ótica sobre a vida, reavaliam sua história e passam a ter atitudes mais positivas, vivendo com mais alegria e disposição”, afirma Marcos Neles Anacleto, superintendente de operadora de saúde e marketing.

Ser voluntário é algo acolhedor e enriquece nossa bagagem social, pois estimula o espírito colaborativo, o comprometimento, o trabalho em equipe, a proatividade e a liderança. “Quem participa de programas como este sempre descobre novas potencialidades, além disso, amplia sua visão de mundo e seus círculos de relacionamentos.”, enfatiza Hamilton Inforzato Fanele, gerente de Recursos Humanos do Sepaco.

“É importante fortalecer esta corrente do bem para que o voluntariado não seja apenas parte de uma ação, mas sim a oportunidade de ser útil ajudando pessoas carentes”, destaca Rafael Parri, superintendente geral da entidade.

Os interessados deverão procurar o próprio hospital para inscrever-se. Será oferecido um curso inicial sobre o tema e palestras explicativas sobre o programa.

Serviço:

Onde? Hospital Sepaco – Recursos Humanos
Endereço? R. Vergueiro, 4.210 – Vila Mariana
Quem pode participar? Homens e Mulheres  com idade mínima de 18 anos
Horário? São  2 vezes por semana, no mínimo, 3 horas por dia.
Contatos: (11) 2182-4664 e voluntariado@sepaco.org.br

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

A Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), de 2008-2009, realizada pelo IBGE em parceria com o Ministério da Saúde, apresenta dados alarmantes: 36,6% das crianças brasileiras estão com excesso de peso.

Nos últimos 35 anos, os índices de obesidade tiveram um salto muito grande e preocupante. Em 1974, somente 1,4% deste público estava acima do peso. Já em 2008, poucas décadas após, esse número mais do que triplicou: chegou até a atingir a marca de 33,5% dos pequeninos entre cinco e nove anos em todo país.

E ao que se deve esse crescimento? A dra. Vanessa Radonsky, endócrino pediatra do Hospital Sepaco, explica que a alimentação das crianças esta cada vez menos saudável, com excesso de açúcar e gordura e falta de fibras. A inserção da mulher no mercado de trabalho nos últimos anos contribui para falta de tempo na preparação de alimentos e a maior necessidade do consumo de alimentos prontos. Esta é uma das causas da obesidade infantil.

Outro item que contribui com esta problemática é o fato das crianças passarem muito tempo
no que chamamos de inatividade física, ou seja, aquelas em que o gasto energético é muito baixo, como assistir televisão, jogar videogame e ficar no computador, deixando de lado as brincadeiras de correr, andar de bicicleta, nadar, etc. “Claro que não podemos deixar de observar a genética, a saúde e até as questões psicológicas da criança, pois também podem influenciar no sobrepeso”, comenta a especialista.

Para a doutora, este excesso de peso está relacionado com o estilo de vida. “É importante haver uma reeducação alimentar de toda a família, estipular uma rotina para que as crianças realizem as refeições sentadas à mesa e nos horários corretos: educar os filhos a ter uma vida saudável desde cedo, ensinando os valores de cada alimento e, principalmente, estimulando a realização de exercícios é a chave para o equilíbrio alimentar”.

“Obesidade é grave e deve ser tratada como tal”, afirma a médica. Se não houver nenhuma mudança para alcançar a diminuição do peso, a garotada poderá vir a sofrer de doenças cardiovasculares, respiratórias, endocrinológicas e até má formação do esqueleto.

Segundo a dra. Vanessa, a prevenção é sempre o melhor remédio! “Se não estiver tendo nenhum resultado com as mudanças de hábito, procure um especialista que poderá ajudar, pois quanto mais cedo começar a tratar a obesidade, mais chances de cura e de uma melhor qualidade de vida para a criança”, destaca.

Possíveis causas da obesidade:
– Má alimentação: muito calórica;
– Falta de atividade física: sedentarismo;
– Ansiedade;
– Fatores genéticos.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

O 1º Encontro de Vendas do Sepaco, realizado na última terça-feira, na sede da instituição, foi marcado pelo clima de descontração dos corretores de seguros de saúde. A palestra, ministrada pelo conceituado professor, consultor e autor do livro “Motivação nota 10”, Dennis Penna, revelou ao público técnicas inovadoras e eficientes para conquistar e manter clientes e, consequentemente, obter sucesso nas vendas.

O consultor iniciou a palestra com uma importante questão ao público: vender é uma arte ou uma ciência? Apesar de alguns já nascerem com este dom, a maioria das pessoas precisa treinar esta habilidade. Dennis conta que já foi um vendedor desmotivado e, após aprender a ciência, tornou-se um apaixonado pela área.

O primeiro passo para uma boa venda é o conhecimento; preparar-se sobre os produtos e os serviços que serão oferecidos. O conhecimento é essencial e gera segurança para desenvolver outras habilidades; postura proativa e atuante, por exemplo. Quem nunca entrou numa loja e se viu perdido entre tantas opções? O bom vendedor capta os sinais de “desejos de compra” e vai além das expectativas, oferecendo aquilo que o consumidor ainda nem tem bem definido que precisa. “Conhecimento é importante, mas atitude é fundamental, principalmente, para não deixar a oportunidade da venda passar”, recomenda o palestrante.

Outra dica importante é sobre fidelização. “Cliente satisfeito não é sinônimo de cliente fiel”, afirma Penna. Para criar um relacionamento duradouro é preciso personalização. “Personalizar é conhecer e respeitar o perfil do cliente. Se você quiser ser tratado como único, trate seu cliente como único”.

Para Marcos Neles Anacleto, superintendente de operadora de saúde e marketing do Sepaco, o evento foi um sucesso e cumpriu seu objetivo. “Queremos estreitar o relacionamento com os corretores, oferecendo atividades que, também, os ajudem a alavancar novos negócios, além de apresentar o nosso hospital, que atua com foco em alta complexidade”, destaca.

No final da programação, após o tempo para perguntas com o palestrante, os participantes tiveram a oportunidade de fazer um tour pelo hospital para conhecer suas instalações e serviços.

Observação: as fotos do evento estão disponíveis no Facebook do Sepaco

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
junho de 2013

Com o tema “Perspectivas da Qualidade em Redes de Atenção à Saúde”, o QualiHosp – Congresso Internacional de Qualidade em Serviços e Sistemas de Saúde, edição 2013, traz fórum de debate, intercâmbio de experiências e divulgação de produção científica sobre o assunto.

Devido a sua importância no segmento de saúde, o Sistema Sepaco de Saúde é um dos apoiadores do evento. Para a instituição, é extremamente importante incentivar iniciativas como esta pela sua representatividade diante da preocupação com a qualidade e a segurança do paciente, principalmente, porque este é o foco do Hospital Sepaco.

Serviço
Data: 18, 19 e 20/06
Informações: site.qualihosp.com.br

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
maio de 2013

A eterna luta feminina por direitos iguais força diariamente mulheres, como você, a deixarem de lado seus desejos e, até mesmo sua saúde. Cuide-se e coloque em prática tudo aquilo que deseja!

A busca por uma posição igualitária na sociedade trouxe novas responsabilidades às mulheres. Junto ao século XXI, o mundo viu nascer empresárias de sucesso, presidentes de grandes nações e, até mesmo, de grandes times de futebol. Entretanto, a sua saúde mental está diretamente ligada ao papel que cada um exerce no mundo e, com a mulher moderna, como você, não é diferente. Há uma gama intensa de desafios, além da contínua luta pela conquista do próprio espaço.

Diariamente, você executa uma série de papéis, nos quais há cobranças para seu desempenho. São eles: ser mãe, profissional, esposa, dona de casa, filha, irmã, nora, amiga, namorada, entre outros. “O exercício destes papéis precisam ser compreendidos e praticados nos momentos certos para que você não desenvolva um estresse ou uma profunda frustração”, comenta Isabel Fialho, psicóloga da Medicina Preventiva do Sepaco Autogestão.

Segundo a psicóloga é muito difícil lidar com todas estas funções e ainda se manter bonita, saudável e satisfeita. É importante para a sua saúde mental estar com boa autoestima. Isso significa que a aceitação do corpo como ele é traz satisfação, ter um tempinho para si mesma também, assim como dividir as tarefas domésticas e aprender coisas novas. “Aceitar as fases da vida, como envelhecer, ajuda a diminuir as frustrações e compreender que as mulheres maduras também podem ter sua beleza, charme e inteligência, além do melhor de tudo, a maturidade”, avalia.

Essas constantes situações aliadas às inúmeras responsabilidades acumuladas se tornam insatisfações pessoais que, com o passar do tempo, evoluem para transtornos de ansiedade ou depressão. “Geralmente, a falta de tempo para si mesma é fator determinante nestes casos. Muitas acabam por deixar seus desejos em último plano, adiando momentos de lazer e de descanso, prejudicando, assim, sua satisfação pessoal”.

Em casos onde apenas relaxar já não é mais o suficiente, Isabel explica que sessões de terapia e análise surtem ótimos efeitos e, em paciente que realmente precisam, o uso de medicamentos indicados por especialistas também pode ser uma solução. “Porém, é necessário ressaltar que terapia ou remédio não resolvem nada sozinhos. É preciso muito esforço próprio para melhorar esta situação”, comenta a especialista.

“Minha dica é tentar encontrar um período sempre livre para fazer o que gosta, mesmo que seja apenas uma vez na semana ou há cada 15 dias, um mês. O importante é tentar perceber os sinais de quando você está precisando ser cuidada. Portanto, buscar a saúde mental é fundamental para que tenhamos uma vida mais feliz, mais leve e longe das doenças mentais que assolam tantas mulheres”, conclui Isabel.

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
maio de 2013

Compartilhar habilidades é preciso, ajudar o próximo também. Pensando nisso, o Sepaco estruturou um programa de voluntariado voltado para auxiliar no atendimento ao paciente.

Quem pode participar? Pessoas acima de 18 anos e com o 2º grau completo. Veja embaixo as áreas de atuação.

– Recepção: informações e direcionamentos.

– Serviço social: acompanhar visitas na maternidade.

– Imagem: informações e direcionamentos.

– Pronto Atendimento (PA): entrega de senha e direcionamento aos consultórios.

– Ambulatório: entrega de senha e direcionamento aos consultórios .

– Unidade de internação: troca de ideias e conforto aos(às) pacientes por meio de conversa e companhia, acompanhamento após a alta (quando aguardando seus familiares virem buscar) e na realização de exames (quando necessário e sozinhos(as), sempre com o auxílio de um profissional de saúde), informações e direcionamentos.

– Entretenimento: apoio na organização de campanhas e eventos
Mais informações: (11) 2182-4664 ou pelo e-mail voluntariado@sepaco.org.br

Postado em Notícias, Sem categoria por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: