Pesquisar no site

Notícias

outubro de 2017

O Sepaco marca presença no XVI Congresso da Sociedade Latino Americana de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica, que será realizado de 25 a 27 de Outubro, no Hotel JP de Ribeirão Preto, SP. O tradicional evento bianual foi criado com o objetivo de troca de informações e experiências entre especialistas de origem latina que atuam nas diversas áreas envolvidas no diagnóstico e tratamento das cardiopatias congênitas em adultos e afecções cardiovasculares em crianças. O Sepaco marca presença no XVI Congresso da Sociedade Latino Americana de Cardiologia e Cirurgia Cardiovascular Pediátrica, que será realizado de 25 a 27 de Outubro, no Hotel JP de Ribeirão Preto, SP. O tradicional evento bianual foi criado com o objetivo de troca de informações e experiências entre especialistas de origem latina que atuam nas diversas áreas envolvidas no diagnóstico e tratamento das cardiopatias congênitas em adultos e afecções cardiovasculares em crianças.

O evento é direcionado a especialistas em cardiologia fetal, obstetras, cardiologistas pediátricos, cardiologistas especializados em adultos portadores de cardiopatias congênitas, hemodinamicistas, ecocardiografistas, radiologistas, intensivistas e cirurgiões cardiovasculares pediátricos e de adultos portadores de cardiopatias congênitas, além de outras especialidades afins.

No dia 27 de outubro, às 12h10, será realizado o Simpósio Sepaco: Cirurgias das Cardiopatias Congênitas: o que esperar no futuro?, que trabalhará a programação abaixo:

12h05 – abertura do Simpósio Sepaco – Cirurgias das Cardiopatias Congênitas: o que esperar no futuro?

Com Dr. Lucio Flavio Peixoto de Lima, Médico Coordenador da UTI Neonatal e Pediátrica do Hospital Sepaco, Mestre pelo Departamento de Pediatria da Unifesp/EPM, Médico Assistente da UTI Pediátrica do Hospital São Paulo – Unifesp.

12h15 – Suporte Otimizado de Outros Sistemas em PO de Cirurgia Cardíaca Pediátrica

Com Dr. Lucio Flavio Peixoto de Lima 12h30: Avanços no Manejo Pré e Intra-Operatório nas Cirurgias de Cardiopatias CongênitasCom Dr. Gustavo Foronda, Chefe do Serviço de Cardiologia Clínica do Hospital Sepaco, Coordenador da UTI Neonatal e Pediátrica do InCor  FMUSP, Médico Assistente da Unidade de Cardiologia Pediátrica e Cardiopatias Congênitas do Adulto do InCor HCFMUSP.

12h45 – Mitral Melody: perspectivas

Com Dr. Arlindo Riso, Chefe do Departamento de Cirurgia Cardíaca Pediátrica da Universidade de Hamburgo – Alemanha.

13h – Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica no Tratamento das Cardiopatias Congênitas

Com Dr. Carlos Eduardo Tossuniam, Chefe do Serviço de Cirurgia Cardíaca Pediátrica do Hospital Sepaco.

Finalizando as apresentações do Simpósio Sepaco, às 13h15, será realizado um debate para a discussão dos temas abordados.

Segundo Rafael Parri, CEO do Sepaco, participar de um congresso dessa amplitude significa que o Sepaco e seus profissionais estão atuando em alta complexidade e aperfeiçoamentos na área da saúde. “Acredito que essa troca de experiências e discussões durante este Congresso servirá para o progresso do segmento e da nossa instituição”, finaliza.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
outubro de 2017

Nesta terça-feira (03), o Sepaco recebe a visita dos representantes do Hospital Clínica Palermo, uma instituição privada da Colômbia com uma ampla e reconhecida trajetória na área da saúde, há 69 anos.

Os representantes do Hospital Clínica Palermo realizam visitas em diversos setores do Sepaco para conhecer o uso do sistema Tasy nos processos da instituição.

O objetivo desta visita é apresentar o Hospital Sepaco, referência no mercado nacional e reconhecido como Sistema Integrado de Saúde, que investe constantemente em tecnologia, no aprimoramento e na qualidade na prestação dos serviços na busca constante da excelência no atendimento.

Para os representantes da Clínica Palermo, um dos principais pontos desse encontro é conhecer e entender como o Sepaco utiliza o sistema Philips Tasy na instituição e com isso ajudá-los na sua decisão sobre o investimento dessa tecnologia em seu hospital. As áreas de interesse que serão apresentadas são a UTI, centro cirúrgico, faturamento, farmácia, pronto atendimento, processos de internação, indicadores e qualidade.

Segundo Rafael Antonio Parri, Superintendente Geral do Sepaco, receber a Clínica Palermo é uma oportunidade gratificante. “Isso traduz todo o trabalho, empenho e esforço da instituição na busca da excelência na gestão. Acreditamos que estamos no caminho certo e continuaremos a oferecer cada vez mais inovação e qualidade na prestação de serviços”, conclui.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
setembro de 2017

Desde 2014 o Hospital Sepaco participa da Campanha Sobrevivendo à Sepse, um esforço mundial que visa reduzir as altas taxas de mortalidade relacionadas a doença. No Brasil, esta campanha é coordenada pelo Instituto Latino Americano da Sepse (ILAS). Além da assessoria e acesso ao software de coleta de dados de indicadores da qualidade do atendimento ao paciente séptico, o ILAS emite trimestralmente análises sobre o desempenho da equipe no combate à doença.

O último relatório do Hospital Sepaco abrangeu os meses de abril a junho deste ano, ou o 11º trimestre de participação do hospital na campanha. Neste período, 89 pacientes apresentaram sepse. Os indicadores da qualidade do atendimento mostram que o diagnóstico da doença vem sendo feito de forma precoce e o tratamento instituído rapidamente, fatores que certamente explicam a baixa mortalidade observada no período: 15 óbitos (16,9%). O resultado foi considerado positivo pelo ILAS, já que o hospital vem mantendo a excelência no atendimento aos pacientes sépticos.

A divulgação do relatório e dos resultados acontece próximo do Dia Mundial da Sepse – 13 de setembro. A data tem o apoio do Hospital Sepaco que, graças às medidas que vem tomando em relação às recomendações do ILAS, vem tornando as intervenções mais efetivas e melhorando seus indicadores, principalmente os de mortalidade.

“Isso passa também pela conscientização dos pacientes e da população em geral e por isso o trabalho de informação realizado no Dia Mundial da Sepse é tão importante”, afirma Dr. Flavio Geraldo Rezende de Freitas, Médico da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Sepaco. Nos dias que antecedem a data e, principalmente, no dia 13 de setembro, o hospital vai trabalhar com alertas à população sobre os principais sintomas da doença: febre, redução no volume de urina, confusão mental, pressão baixa, entre outros.

A ideia é aumentar a percepção da sepse tanto entre profissionais de saúde como entre o público leigo e, assim, priorizar a doença como uma emergência médica a fim de que todos os pacientes possam receber intervenções básicas, incluindo antibióticos e fluídos intravenosos, dentro da primeira hora.

Infelizmente, o número de casos de sepse no Brasil não é conhecido, mas sabe-se que quase 30% dos leitos das UTIs brasileiras estão ocupados com pacientes em sepse. A doença mata mais do que o câncer ou o infarto agudo do miocárdio. Dados do ILAS mostram que o índice de mortalidade pela doença nas instituições públicas brasileiras é de 51,7%, contra cerca de 30% em países da Europa. “Um dos maiores problemas enfrentados aqui é o desconhecimento, tanto por parte dos pacientes quanto dos profissionais de saúde”, lembra o especialista.

Para mudar este quadro, o Hospital Sepaco, em conjunto com outras entidades, como o ILAS, tem estimulado a difusão do conhecimento sobre a doença na sociedade. Quanto mais o leigo conhecer sobre a doença, mais rápido buscará atendimento e a instituição está preparada para atendê-los com uma estratégia diferenciada.

“Nossos esforços e processos estão focados para aumentar a percepção sobre a sepse e para que nossa instituição efetivamente atue de acordo com os protocolos de tratamento moldados nas melhores evidências, capazes de reduzir a mortalidade dessa síndrome e contribuir para mudar a realidade brasileira”, destaca Dr. Flávio.

O que é a Sepse

Antigamente conhecida como septicemia ou infecção generalizada, a sepse é uma inflamação generalizada do organismo contra uma infecção que pode estar localizada em qualquer órgão. A doença pode levar à paralisação de um ou mais órgãos, ou mesmo à morte, quando não identificada imediatamente. Atualmente, a sepse é a principal causa de mortes nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), matando mais que o infarto e alguns tipos de câncer.

Embora não existam sintomas específicos, todas as pessoas que estejam passando por uma infecção e apresentam febre, aceleração do coração (taquicardia), respiração mais rápida (taquipneia), fraqueza intensa e pelo menos um dos sinais de alerta (pressão baixa, redução no volume de urina, falta de ar, sonolência e confusão mental), devem procurar imediatamente um serviço de emergências ou o seu médico.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
agosto de 2017

Dando sequência ao seu plano de ampliação de leitos, o Hospital Sepaco inaugurou nova ala no 1º andar com mais 10 apartamentos.

Segundo Rafael Parri, Superintendente Geral do Sepaco, precisamos atender a crescente demanda das operadoras e dos associados da indústria papeleira, com serviços de qualidade e atendimento diferenciado para garantir aos pacientes conforto e segurança.

Com esta ampliação, o Sepaco passa a contar com 242 leitos, sendo 82 de UTI (40 para adultos, 25 neonatais e 17 pediátricos).


Novos equipamentos

O Sepaco também está investindo no aprimoramento dos exames diagnósticos com novos equipamentos para trazer mais conforto e agilidade. Foram instalados:

 

• TOMÓGRAFO Siemens Somatom Perspective 128 CANAIS, permitindo exames cardiológicos como angiotomografias arteriais, venosas, coronárias e abdômen total. O equipamento possui diâmetro maior e mais agilidade para a realização de procedimentos;

 

• RAIO X Konica Minolta totalmente DIGITAL, proporcionando redução da dosagem de radiação recebida pelo paciente, alta qualidade de imagem, aumento da confiabilidade clínica, tecnologia sem fio e mais rápidas;

 

• MICROSCÓPIO Carl Zeiss modelo OPMI Pentero 800, destinado a cirurgias neonatais e pediátricas. Este equipamento tem iluminação de xenônio de dois canais, permitindo melhor visibilidade em canais profundos e cavidades; imagem nítida e cadeia de vídeo integrada, proporcionando a realização de procedimentos cirúrgicos de alta complexidade em estruturas delicadas; e avaliação intra-operatória de permeabilidade dos vasos em procedimentos de anastomose.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , ,
agosto de 2017

No segundo domingo de agosto, dia 13, é comemorado o Dia dos Pais e, normalmente, as famílias se reúnem para celebrar a data e homenagear o progenitor. Por ser um dia festivo, o cardápio geralmente contém vários inimigos de uma dieta equilibrada por conter alimentos gordurosos e pesados. A escolha do cardápio quase sempre não leva em conta os valores nutricionais dos alimentos.

Entretanto, segundo Regina Su, supervisora de Nutrição do Hospital Sepaco, é possível festejar a data de forma gostosa e muito saudável. Para isso, é preciso apostar em um cardápio variado e com poucas calorias, com a inclusão de saladas, legumes e frutas. Além de ajudarem a balancear os pratos, estes itens também atuam na digestão e na hidratação.

A nutricionista afirma que a refeição do dia dos pais pode combinar opções nutritivas e saborosas. Servir um filé de peixe ao molho de ervas, por exemplo, pode fazer um grande sucesso e trazer outros benefícios para a saúde. O alimento é rico em ômega 3 e também auxilia no controle do colesterol.

Regina ainda lembra que é preciso ficar atento com a escolha das sobremesas e tentar incluir as frutas da época. Também é possível fazer uma decoração na mesa e servir uma salada de frutas, o que é muito saudável. “Outra sugestão que serve como alternativa é uma sobremesa a base de fruta, como mousse de maracujá ou torta de maçã”, diz.

A dica é sempre respeitar os limites do organismo para evitar problemas. “É importante não comer em exagero, respeitar o organismo e consumir a quantidade que está acostumado, pois isso fará com que a pessoa fique satisfeita e feliz ao lado de seus familiares, sem estragar sua comemoração com algum tipo de mal-estar”, afirma Regina.

 

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: , , ,
agosto de 2017

O aumento dos níveis de colesterol no sangue em crianças e adolescentes é algo preocupante. Há alguns anos, os exames que o controlam eram solicitados normalmente pelos médicos somente para pessoas com mais de 20 anos. Hoje, esta avaliação já começa a fazer parte da rotina de exames de adolescentes, crianças e até mesmo de bebês.

São vários os fatores que levam a esse aumento, mas um fato importante é que o estilo de vida atual tornou a garotada mais sedentária. Observamos, muitas vezes, que a atividade física foi substituída por vídeo games e computadores, a alimentação também ficou mais gordurosa e com um cardápio composto por fast foods, refrigerantes e comidas prontas. O grande vilão da nutrição, entretanto, têm sido os refrigerantes. Com altos índices de açúcar e sódio, são venerados pelas crianças e responsáveis por facilitar o aumento de gordura no organismo.

Para chamar a atenção da população neste Dia Nacional do Combate ao Colesterol, 08 de agosto, e também como um alerta aos pais, a Dra. Keyla Facchin Guedes, endocrinologista do Hospital Sepaco, explica mais sobre esta doença.

O colesterol é um lipídio (tipo de gordura) que funciona como componente estrutural das membranas celulares em todo corpo. “Podem ser classificados em dois tipos principais: o HDL, também chamado de colesterol bom, que transporta o colesterol das células para o fígado e fornece proteção contra o entupimento das artérias; e o LDL, conhecido como colesterol ruim, que causa o depósito da gordura nas artérias”, explica.

Quando em excesso, o LDL é depositado nas paredes arteriais – vasos que levam o sangue para os órgãos e tecidos – e provocam seu entupimento, processo denominado arteriosclerose. Quando o acúmulo ocorre em artérias coronárias ou cerebrais pode levar ao infarto e ao AVC (Acidente Vascular Cerebral).

A prevenção da doença é simples: criar hábitos saudáveis nas crianças desde cedo com o estímulo de atividades físicas e uma alimentação balanceada. “Quanto aos doces e refrigerantes, eles podem ser consumidos sob controle dos pais. É possível escolher um dia na semana para que a meninada possa comer lanches, bolachas, etc. Não ter este tipo de alimento em casa, dificultando o acesso, também ajuda a criança a ingerir alternativas saudáveis, como sucos e frutas nos intervalos das refeições”, destaca a especialista.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags: ,
julho de 2017

Cerca de 561 mil casos de hepatites virais foram confirmados de 1999 a 2016, incluindo as cinco variações da doença – A, B, C, D e E, sendo que, de 2000 a 2015, quase 50 mil óbitos foram registrados no Brasil. Destas, as mais prevalentes e de preocupação para os órgãos responsáveis são as hepatites B e C, pelo seu poder de cronificação e consequente evolução para cirrose e tumor no fígado, e a hepatite A, que vem apresentando aumento significativo de casos, desde o início de 2017, inclusive com modo de transmissão sexual.

Por isso, neste dia 28 de julho, data que é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra a Hepatite, a Dra Ariane Melaré Ramos dos Santos, infectologista do Hospital Sepaco, faz um alerta à população sobre a importância do diagnóstico precoce, para tratamento rápido e para evitar as complicações da cronificação da doença.

Dra. Ariane explica que as vias de transmissão das hepatites B e C são por sangue (compartilhamento ou acidentes com seringas, materiais de manicure compartilhados e não esterilizados, escovas de dente compartilhadas, materiais cirúrgicos não esterilizados, materiais para tatuagem não esterilizados, lâminas de barbear, durante a gravidez, parto e amamentação e por relação sexual desprotegida). Nos casos de hepatite A, a transmissão acontece por via fecal-oral e sexual (oral-anal).

Os sintomas mais frequentes são os das hepatites agudas, que podem ser: cansaço, tontura, enjoo e/ou vômitos, febre, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. “No entanto, por ser uma doença silenciosa quando crônica é importante consultar um médico regularmente e fazer o teste”, alerta.

O diagnóstico inicial é feito por meio de exame de sangue para identificar anticorpos contra esses vírus. “Importante lembrar que as hepatites A e B são evitáveis por vacina e que todo profissional da saúde deve ser vacinado para hepatite B e confirmada a produção de anticorpos. A hepatite C não apresenta vacina até o momento, mas o tratamento precoce evita complicações e tem uma chance de cura aproximada de mais de 90%”, conclui.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco | Tags:
Abril de 2017

Comer, sem dúvida, é um dos maiores prazeres do ser humano, além de ser uma necessidade do nosso corpo, mas para manter a saúde

em dia, a alimentação deve ser balanceada e com nutrientes necessários para suprir as necessidades do organismo. Neste Dia da Saúde e Nutrição, 31 de março, Regina Yp Thien Su do Espirito Santo, nutricionista do Sepaco, dá algumas dicas para manter o equilíbrio alimentar.

Segundo a nutricionista, a correria do dia a dia faz com que as pessoas acabem optando por alimentos prontos, mais calóricos, ou lanches rápidos, os famosos fast-foods, deixando de lado o cuidado com a saúde. “É importante prestar muita atenção e ficar alerta com o que é ingerido. Uma alimentação saudável e balanceada é fundamental para a prevenção de doenças, qualidade de vida e manutenção da saúde e bem estar”, destaca.

Regina afirma que alimentar-se bem não é sinônimo de comer em grandes quantidades. Pelo contrário, o ideal é comer pouca quantidade, porém de 3 em 3 horas. “A consciência sobre o que é moderado pode ser um forte aliado. Não é necessário fazer dietas mirabolantes e restritivas, mas sim variar os alimentos e montar um prato bem colorido para garantir mais nutrientes”.

A nutricionista aponta 10 bons motivos para manter uma alimentação saudável e deixar de lado os alimentos gordurosos e com muito açúcar:

1. Previne o surgimento de doenças e reforça o sistema imunológico;
2. Ajuda a perder peso e a mantê-lo;
3. Melhora o sistema digestivo, permitindo o bom funcionamento do organismo;
4. Aumenta a qualidade do sono;
5. Fornece mais disposição e energia para as atividades diárias;
6. Garante o bom humor;
7. Repõe os nutrientes que o corpo gasta diariamente;
8. Permite manter uma aparência saudável;
9. Acrescenta mais qualidade de vida;
10. Possibilita uma vida mais longa com saúde, evitando o envelhecimento precoce.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
Fevereiro de 2017

A Extracorporeal Life Support Organization – ELSO, uma entidade internacional sem fins lucrativos dedicada à avaliação, desenvolvimento e aprimoramento da ECMO (extra corporeal membrane oxygenation) e outras tecnologias relacionadas à assistência circulatória mecânica, acaba de credenciar o Hospital Sepaco como o mais novo centro da ELSO no Brasil.

Composta por equipe multiprofissional, a ELSO está envolvida na educação, treinamento, pesquisa e análise de dados relacionados aos dispositivos de assistência circulatória extra corpórea em todo o mundo.

O Sepaco se destacou na utilização desta tecnologia, com resultados semelhantes às melhores instituições internacionais nesse procedimento. A partir de agora, a instituição passa a reportar seus resultados à ELSO, com acesso a todos os dados estatísticos compilados e tem a oportunidade de realizar diversos novos treinamentos.

Segundo Rafael Parri, superintendente Geral do Sepaco, este acordo é um grande incentivo para todas as lideranças da instituição. “Ele sinaliza que estamos no caminho certo para o contínuo crescimento, aprimoramento e qualidade na prestação dos serviços na busca constante da excelência no atendimento”, afirma.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco
Fevereiro de 2017

O Hospital Sepaco recebeu o certificado ACREDITADO PLENO (Nível 2) da ONA (Organização Nacional de Acreditação). Isso significa que o Hospital atende aos critérios de segurança do paciente e também apresenta gestão integrada com processos fluidos e comunicação entre as atividades.

“Ao longo do tempo, ganhamos experiência e otimizamos os processos internos, promovendo um avanço importante nas nossas rotinas de atendimento e gestão. Isso só foi possível graças ao trabalho árduo e o comprometimento de todas as equipes e gestores”, comenta o Sr. Rafael Parri, Superintendente Geral do Hospital Sepaco.

ONA

Uma das características da metodologia ONA é reconhecer a cultura institucional e estimular análises críticas dos processos da organização, visando a melhoria contínua.

A avaliação tem foco na segurança do paciente e na integração e interação das áreas, possibilitando uma visão gerencial e organizacional abrangente no que diz respeito às áreas de atividade, incluindo aspectos estruturais e assistenciais.

Postado em Notícias por Comunicação Hospital Sepaco